Malta - Supernova

Confira 10 maneiras de melhorar sua vida sexual




Ler livros eróticos, conhecer e tocar o próprio corpo e manter a cabeça aberta para novas experiências sexuais são algumas dicas que sexólogas dão para você melhorar sua vida sexual.

Crie o hábito de pensar sempre em sexo

A ginecologista e sexóloga Carolina Ambrogini, que coordena o Projeto Afrodite, um centro de sexualidade feminina do Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), explica que pensar em sexo é saudável. 'As mulheres não têm muito este hábito, então, é preciso se educar nem que seja só um pouquinho por dia. Como? Lembrar-se da última transa, se inspirar no bonitão da novela, há várias maneiras para estimular esse hábito', recomenda.

Procure conhecer seu próprio corpo

Para Fernanda Pauliv, especialista nas Artes da Paixão, palestrante e consultora de autoestima, sensualidade e motivação para mulheres, uma dica é explorar o próprio corpo para identificar todos os detalhes que podem fazer você chegar ao orgasmo.

'Experimente tocar-se sem pressa para identificar quais detalhes fazem você chegar ao orgasmo. Se a mulher não for capaz de reconhecer isso, não terá como ensinar seu parceiro. E, então, aí é que mora uma das maiores frustrações sexuais femininas: a falta de orgasmos durante a relação sexual pela falta de entrosamento entre os parceiros', explica Fernanda.

Leia contos e livros eróticos

'As mulheres se inspiram muito com histórias, existem sites, livros e revistas com contos. Que tal ler um por semana? Outra dica é assinar um canal erótico que funciona como o conto e também serve como fonte de inspiração', recomenda a sexóloga Carol Ambrogini.

Informação é segurança: pesquise na Internet, frequente cursos, visite sex shops

A especialista em sensualidade, Fernanda Pauliv, alerta que uma das coisas que mais atrapalham um bom desempenho sexual é a insegurança. E isso, explica ela, é por falta de conhecimento. Assim, compre livros, revistas, pesquise na Internet, frequente cursos, visite sex shops. 'Quando a mulher domina a técnica, conhece os produtos, sabe usar os acessórios, sua performance melhora e a sua autoestima cresce. E não existe nada mais sexy do que uma mulher autoconfiante', garante Fernanda.

Mantenha as lingeries em dia

Mantenha sempre as lingeries em dia. 'Nada de calcinha velha, rasgada ou descombinada. Se sentir bonita e sexy é premissa para ter uma boa vida sexual', aconselha a sexóloga Carol Ambrogini.

Não descuide de você

Deixar de usar um lingerie ou não fazer uma dança sensual porque não se acha fisicamente atraente é quase impensável nos dias de hoje. A dica é cuidar do corpo. 'Se a grana está curta para ir à academia, vá caminhar no parque. Não tem dinheiro para o salão? Faça uma hidratação nos cabelos em casa mesmo. Não deixe que as suas desculpas sejam maiores que a sua vontade de ser feliz na cama', conta Fernanda Pauliv, especialista em sensualidade.

Sexo sempre na mesma cama não dá!

'Sexo sempre na mesma cama não dá, o cenário tem que mudar. Sair um pouco da rotina, treinar um strip-tease ou ainda comprar um brinquedinho erótico e pedir para entregar no nome do parceiro já gera um 'clima'. Escolha um dia por mês para irem ao motel ou dormirem num hotel', comenta a sexóloga Carol Ambrogini.

Mantenha a cabeça aberta a novas experiências

'Levar um acessório sensual para a cama, realizar uma fantasia sexual, experimentar uma posição diferente, tudo isso faz o tesão aflorar. Com o tempo, acabamos fazendo sempre as mesmas coisas e, como em todos os aspectos da vida, a rotina é uma grande responsável pela acomodação. Permita-se ousar, se superar e surpreender! Cada nova descoberta e conquista irá fortalecer ainda mais sua capacidade de dar e receber prazer', explica Fernanda Pauliv, especialista nas Artes da Paixão, palestrante e consultora de autoestima, sensualidade e motivação para mulheres.

Respeite-se acima de tudo

'Saber com clareza quais são os seus limites éticos e morais entre quatro paredes é fundamental para evitar a culpa e a sensação de inferioridade. Não é porque alguma coisa está na 'moda' que você deve fazer. Muitas vezes, saber dizer não é fundamental para manter seu amor-próprio', explica Fernanda Pauliv.

Não descuide da sua saúde

Muitas vezes a falta de libido pode estar associada a disfunções hormonais, falta de nutrientes no organismo e algumas doenças. Por isso, se houver qualquer problema, o ideal é sempre procurar um médico.


http://oferta.vc/17Mc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores