Malta - Supernova

E o mundo não se acabou...




Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
Por causa disso, minha gente lá de casa, começou a rezar 
E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada 
Por causa disso nessa noite. lá no morro, não se fez batucada 

Acreditei nessa conversa mole 
Pensei que o mundo ia se acabar 
E fui tratando de me despedir 
E sem demora fui tratando de aproveitar 
Beijei a boca de quem não devia 
Peguei na mão de quem não conhecia 
Dancei um samba em traje de maiout 
E o tal do mundo não se acabou 

Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
Por causa disso, minha gente lá de casa, começou a rezar 
Ainda disseram que o sol ia nascer antes da madrugada 
Por causa disso nessa noite. lá no morro, não se fez batucada 

Chamei um gajo com quem não me dava 
E perdoei a sua ingratidão 
E festejando o acontecimento 
Gastei com ele mais de um quinhentão 
Agora eu soube, que o gajo anda 
Dizendo coisa que não se passou 
E, vai ter barulho, e vai ter confusão 
Porque o mundo não se acabou 

Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar
Por causa disso, minha gente lá de casa, começou a rezar 
E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada 
Por causa disso nessa noite. lá no morro, não se fez batucada 

Acreditei nessa conversa mole 
Pensei que o mundo ia se acabar 
E fui tratando de me despedir 
E sem demora fui tratando de aproveitar 
Beijei a boca de quem não devia 
Peguei na mão de quem não conhecia 
Dancei um samba em traje de maiout 
E o tal do mundo não se acabou 

Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar.


Se você está lendo este texto é porque o mundo não acabou!!!.
...e adoro este samba!!!

 


É Tempo de Comemorar...


 



FELIZ NATAL! HOHOHO...



O deputado no céu!





UMA PIADA MUITO BEM BOLADA...

Um deputado está andando tranquilamente quando é atropelado e morre.

A alma dele chega aos Portões do Céu e dá de cara com São Pedro na entrada.

-'Bem-vindo ao Paraíso!'; diz São Pedro

-'Antes Que você entre, há um probleminha.

Raramente vemos parlamentares por aqui, sabe, então não sabemos bem o que fazer com você.

-'Não vejo problema, é só me deixar entrar', diz o antigo deputado.

-'Eu bem que gostaria, mas tenho ordens superiores. Vamos fazer o seguinte:

Você passa um dia no Inferno e um dia no Paraíso Aí, pode escolher onde quer passar a eternidade.

-'Não precisa, já resolvi. Quero ficar no Paraíso diz o deputado.

-'Desculpe, mas temos as nossas regras. '

Assim, São Pedro o acompanha até o elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.

A porta se abre e ele se vê no meio de um lindo campo de golfe.

Ao fundo o clube onde estão todos os seus amigos e outros políticos com os quais havia trabalhado.

Todos muito felizes em traje social.

Ele é cumprimentado, abraçado e eles começam a falar sobre os bons tempos em que ficaram ricos às custas do povo.

Jogam uma partida descontraída e depois comem lagosta e caviar.

Quem também está presente é o diabo, um cara muito amigável que passa o tempo todo dançando e contando piadas.

Eles se divertem tanto que, antes que ele perceba, já é hora de ir embora.

Todos se despedem dele com abraços e acenam enquanto o elevador sobe.

Ele sobe, sobe, sobe e porta se abre outra vez. São Pedro está esperando por ele..

Agora é a vez de visitar o Paraíso.

Ele passa 24 horas junto a um grupo de almas contentes que andam de nuvem em nuvem, tocando harpas e cantando.

Tudo vai muito bem e, antes que ele perceba, o dia se acaba e São Pedro retorna.

-' E aí ? Você passou um dia no Inferno e um dia no Paraíso.

Agora escolha a sua casa eterna.' Ele pensa um minuto e responde:

-'Olha, eu nunca pensei .. O Paraíso é muito bom, mas eu acho que vou ficar melhor no Inferno.'

Então São Pedro o leva de volta ao elevador e ele desce, desce, desce até o Inferno.

A porta abre e ele se vê no meio de um enorme terreno baldio cheio de lixo.

Ele vê todos os amigos com as roupas rasgadas e sujas catando o entulho e colocando em sacos pretos.

O diabo vai ao seu encontro e passa o braço pelo ombro do deputado.

-' Não estou entendendo', - gagueja o deputado - 'Ontem mesmo eu estive aqui e havia um campo de golfe, um clube, lagosta, caviar, e nós dançamos e nos divertimos o tempo todo. Agora só vejo esse fim de mundo cheio de lixo e meus amigos arrasados!!!'

O diabo olha pra ele, sorri ironicamente e diz:
 -'Ontem estávamos em campanha. Agora, já conseguimos o seu voto...'

Essa tem que ser repassada (não quebrem a "corrente")

VAMOS FAZER ESSA MENSAGEM CHEGAR AO CONGRESSO NACIONAL.....

REPASSE PARA TODOS SEUS CORRESPONDENTES.




http://el2.me/wPvo

15 tipos de sexo para experimentar entre 20 e 30 anos




O período entre os 20 e 30 anos é marcado por muitas descobertas. A vida sexual é experimentada com mais intensidade e variedade, e por isso o site Huffington Post listou 15 tipos de relações que você pode ter - ou já teve.

1. Feriado - Festas de final de ano, feriados, e você pega o ônibus de volta para sua cidade natal. Você reencontra pessoas da época de ginásio, marca uma saída e, de repente, sente uma conexão com alguém: um sexo descompromissado, que pode até se repetir depois.

2. Amigável - Em algum momento, você e aquele amigo vão chegar à conclusão de que é uma ótima ideia dormirem juntos - mas não será. De toda forma, o que podem conseguir é uma relação de amizade colorida que eventualmente termina com os dois nunca mais se falando ou, com sorte, um romance.

3. "Troca de favores" - Às vezes você precisa de ajuda para rearrumar os móveis da casa, ou para arrumar o carro que parou no meio da rua. Agradecer o favor com sexo é um prazer puramente físico que não faz mal a ninguém de vez em quando.

4. Conciliatório - Se você estiver namorando nos seus 20 anos, inevitavelmente irão brigar, e não serão brigas discretas. Gritos, discussões, lágrimas. Os 20 anos servem para todo esse teatro. E depois, vocês podem canalizar toda essa raiva em um sexo vigoroso e extremamente prazeroso. Pode não consertar tudo o que há de errado no namoro, mas pelo menos é uma maneira de se conectar com o outro.

5. Por conveniência - Ele mora no seu prédio, ou é aquele amigo do amigo que mora a três quarteirões. Uma noite entediada, sem nada para fazer, você esbarra nele e pronto: está feito o convite. Pode não ser ótimo, pode não ser ruim, apenas é conveniente.


6. Embriagada - Provavelmente não será a melhor experiência porque você não se lembrará de nada no dia seguinte, mas o lado bom é que você não irá se importar. Só não se esqueça de usar proteção.


7. Inexistente - Sendo realista, haverá períodos em que você não fará sexo. Sempre há o período da "seca". Pode parecer frustrante, mas é bom para pensar o que você realmente quer de suas relações.


8. Lugares inusitados - O banheiro de um avião, o corredor do hotel, o carro, a cama de seus pais. O que importa não é só o lugar, mas a sensação de carpe diem, de fazer algo por impulso e, por que não, para ter uma boa história para contar.



9. "Eu namoraria com você" - Talvez por envolver sentimentos, este tipo de sexo seja um dos mais assustadores. Você se sente vulnerável, e por sentir algo pela pessoa, você se preocupa com o que ela quer, como ela quer, e espera que saia tudo certo.


10. Ruim - Simples assim. às vezes você ainda não sabe o que quer ou como quer, e o seu parceiro também não sabe direito o que está fazendo. É normal. E disso resulta uma noite não muito boa.


11. Sozinha - Sexo sozinha é uma ótima maneira de aprender mais sobre você e seu corpo. Uma mulher merece sentir prazer estando com alguém ou não. Quando chegar nos 30, já saberá como ter prazer - com ou sem ajuda.


12. Uma noite só - Algumas experiências não foram feitas para serem repetidas. É provável que você acorde ao lado de uma pessoa que mal conhece, com quem trocou algumas palavras no bar na noite anterior. E a vontade de pegar as roupas do chão e sumir faz com que seja isso mesmo o que você faça, até ligar para os amigos e marcar um café da manhã com pessoas com quem você realmente queira conversar e passar mais de uma noite junto.


13. Por vontade - Todo mundo tem um, dois, dez paqueras aos 20 anos. Eventualmente você terá a chance de dormir com deles que já lhe rejeitou ou menosprezou.Pode não ser ótimo, você pode não se sentir melhor depois, mas vale de alguma coisa.


14. Só mais uma vez - Vocês já se separaram, seus amigos concordam que ele não faz bem a você, mas o reencontro acaba com uma noitada na cama "só mais uma vez". Fisicamente, não há como negar, a sensação é ótima. Mas a queda emocional que segue a situação pode fazer com que você se arrependa profundamente.


15. É isso - Com sorte, aos 20 anos você terá aquele momento em que pensa "é isso. Isso é como todo sexo deveria ser". Pode ser com um grande amor, com uma noite só, com uma paquera do passado, não importa. A conexão sexual estava lá. Uma vez sentido isso, tente reproduzir essa sensação quantas vezes for possível!

Fonte: http://mulher.terra.com.br


Reality show com Bebês???



Um polêmico reality show com mães e filhos pequenos está sendo o assunto da semana entre as mães online. Um programa fofinho ou uma má ideia?


Seja em blogs ou no Facebook, as mães de bebês não falaram em outra coisa nesta semana: o Game dos Bebês, um reality show brasileiro exibido no programa da Ana Maria Braga, no estilo do Big Brother, só que os hóspedes da casa dessa vez são mães e seus filhos de 1 ano e pouco. 

Um dos principais argumentos das fãs do game é que os bebês são muito fofos. E são mesmo! Em um dos episódios, eles brincam de tinta e fazem aquela bagunça. Enquanto eles se divertiam com os pincéis e afins, dava para ver as dobrinhas gordinhas e pra rir com o andar engraçado de quem está aprendendo a caminhar.

Fora que o programa faz clipes de cenas do dia e usa a chamada "momento fofura". Quem vai discutir? Cada bebê é mais fofinho que o outro. 

As sete mães e sete crianças ficam em uma casa boa parte do dia e isso não é algo do interesse dos bebês. As mães estão participando porque querem ganhar os 100 mil reais no final e usá-los inclusive para melhorar a vida dos filhos.


Mas será que com todas aquelas provas e as ameaças de ir para o paredão (que no programa chama "chiqueirinho") não criam um clima de competição, que, consequentemente, gera estresse??? 


Nessa fase, mães e filhos tão pequeno já tem estresse suficientes. Há vários depoimentos das participantes dizendo sobre como ficaram nervosas com as provas ou com o risco de serem eliminadas.

E é claro que uma mãe assim reflete em como o filho está se sentindo. Mas ambos devem ficar mais tensos com tanta câmera o tempo todo e por estarem longe de casa, longe do pai ou dos familiares com quem o bebê está acostumado a conviver.

O ponto que talvez esteja dando mais polêmica na blogosfera materna: o fato de o educador Marcelo Bueno ter dado dicas controversas sobre o desmame. Ele disse que não dá para voltar atrás e que "Desmamar é ajudar o filho a crescer", e pareceu que está generalizando um tema que é muito pessoal e varia para cada mãe e seu filho.

No geral, se perdeu uma oportunidade incrível de se discutir, em rede nacional, assuntos interessantes sobre maternidade, mas de um jeito respeitoso às mães e aos bebês, sem ter de submetê-los a competições e estresse desnecessários. 

E você, de que lado está nessa polêmica?


Por Mariana Della Barba - http://estilo.br.msn.com



Gisele dá a luz a uma menina: Bem-vinda, Vivian!

A 1ª foto de Vivian Lake!


Depois de suspeitas e do flagra, Gisele Bündchen divulgou no Facebook a foto de sua 2ª filha com o marido Tom Brady. Vivian Lake Bündchen nasceu em casa, no dia 5/12 e, segundo a modelo, “é saudável e cheia de vida”. 



Seguidores