Malta - Supernova

Cinto de Castidade...





O Cinto de castidade foi um acessório projetado para proteger totalmente os órgãos genitais e trancado ao redor da cintura por cadeado de modo a frustrar, limitar ou restringir a atividade sexual, orgasmo e a masturbação.

Os cintos de castidade podem ter sido usados de forma voluntária com a finalidade de proteção contra estupro, para evitar doenças, infidelidade ou ainda para eliminar a "possibilidade de o usuário cair na tentação e pecar" dentro de preceitos cristãos, e se auto-flagelar dentro de um contexto religioso rigoroso.

Podem ter sido usados de forma obrigatória, com o intuito de torturar fisicamente ou psicologicamente inocentes, para intimidar, punir, coagir ou para obter falsas confissões.





Os cintos de castidade não são coisas do passado, não caíram em desuso e nem estão extintos, pelo contrário, continuam sendo produzidos, vendidos e utilizados, principalmente por homens, porém em um contexto totalmente diferente.

Ao longo dos anos foram criados e aperfeiçoados vários modelos, tanto para mulheres quanto para homens, buscando melhorias ergonômicas como segurança, higiene, tamanho e conforto para possibilitar o uso contínuo e indeterminado com maior garantia de eficácia e discrição.



Segundo estatísticas recentes cerca de trinta mil homens vão trabalhar trancados em seus cintos de castidade masculinos no Reino Unido todos os dias, segundo o jornal The guardian. Dessa forma o uso atual é muito mais difundido do que na antiguidade e, curiosamente, se tornou predominantemente masculino. Embora ainda existam diversos modelos femininos disponíveis para aquisição; 

(-"Hum,... interessante!")



A novidade são os modelos masculinos, porque além da troca de papéis com relação ao passado, são muito variados em formato, materiais, preço e fabricação. As vendas alcançam percentuais muito superiores aos dos modelos femininos. Mas, seu uso continua sendo sigiloso para não chocar ou causar embaraço.


A utilização atual do cinto de castidade se tornou um ato consciente e opcional (consensual) e pode estar intimamente relacionado com algumas práticas fetichistas, ou pode ser uma opção de um casal interessado em banir definitivamente a possibilidade da traição masculina, ou mesmo evitar a masturbação.

De qualquer forma, não há qualquer viés violento, religioso ou virtude implícita em seu uso atual.
O homem se submete ao cinto espontaneamente, deixando para sua companheira, guardiã das chaves, a decisão sobre quando, como e onde ocorrerá atividade sexual (ereção, penetração e gozo). 

Há várias possibilidades para justificar a aceitação masculina do cinto de castidade, dentre elas está a busca de uma nova forma de se relacionar com a companheira, romantismo, qualidade na relação sexual, busca de uma técnica de acúmulo de sêmen para incrementar a potência do orgasmo, entrega e até altruísmo nos casos onde a companheira esteja impossibilitada por qualquer motivo.

(- "E no Brasil, quantos adeptos já existem???")

Fonte de pesquisa: Wikipédia, Jornal The Guardian

Você poderá gostar também:
Entrevistada tira a roupa no "Agora é Tarde"
Você satisfaz sua Mulher?
Dicas para salvar seu casamento

19 comentários:

  1. Interessante, acho que agora utilizando esse cinto na minha mulher eu posso pensar em casar...rsrsrs Brincadeira, muito interessante o artigo.bjs

    ResponderExcluir
  2. Quantos homens estão usando cinto de castidade no Brasil eu não sei. Mas na loja que mais vende dispositivos de castidade no Brasil o estoque acaba rápido. Fiz reserva ou ficaria sem.

    ResponderExcluir
  3. Legal... mas não sei se minha noiva encararia isso numa boa. É uma coisa legal eu querer ter certeza que não foi traí-la, mas só de ela saber que há a possibilidade, ficaria muito triste... sem falar que vou querer colocar um nela também...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai, Anonimo, sem ou com cinto de castidade é claro que há a possibilidade de traição! Vc não está morto! :P

      Excluir
  4. eu usaria sem problema e deixaria a chave com minha esposa, ela iria adorar saber que não seria traída e acho uma ótima ideia se ela é milhar mulher ela deve ter controle dos meus orgasmos!

    ResponderExcluir
  5. E UMA FORMA TOTAL DE ASSUMIR FIDELIDADE TOTAL A ESPOSA , FANTASIAS SEXUAIS ALEM DE SER A UNICA SOLUCAO DE RESOLVER PROBLEMAS DE ESTUPRO.

    ResponderExcluir
  6. Eu uso e eu e minha esposa adoramos... Quem quiser ler mais a respeito, da uma olhadinha no meu blog...
    www.SegredosDeUmCasal.blogspot.com
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. ai mulherada tem como deixar nossos maridos a vontade colocando um cinto de castidade neles seria um meio eficas para as traiçõe.não gastarmos dinheiro com detetive e nem aguentar desaforos

    ResponderExcluir
  8. É, se eles não aceitarem colocar o cinto a mulher pode desconfiar de traiçao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lógico que não, primeiro que vai causar desconforto, segundo que a sensação de gozar é boa, como assim a mulher fica com a chave e decide quando o homem pode ou não pode gozar? ficar com uma mulher sem penetração por semanas? fora de cogitação pra mim.
      Não traio a minha mulher.
      Mas se for colocar um negócio desse, e não ter a sensação boa de uma penetração, uma boa transa por muito tempo, eu largo ela e procuro outra que queira dar.
      se a mulher não quer dar, eu me masturbo sim, e já me masturbei depois de um sexo bom com ela, duas vezes na mesma noite, que ela gozou nas duas.

      quem paga minhas contas sou eu, mulher não manda na hora q devo gozar.

      devia dar uma porrada em quem espalha essas idéias.
      aí eu gosto da minha mulher, ela começa a vir com essas idéias engraçadinhas, e eu sou obrigado a largar a pessoa que eu gosto. primeiro gosto mais de mim.

      complicado isso aí, aceito se for direitos iguais, um cinto pra cada. pronto.

      Excluir
  9. eu e minha esposa temos nos divertido muito utilizando o cinto ela fica com a chave e decide quando devo gozar o que apimenta muito mais nossa relação , visite meu blog http://cintodecastidademasculino.blogspot.com.br/ se eu fosse mulher não deixaria de colocar um no meu marido principalmente com a facilidade que se pode trair hoje em dia

    ResponderExcluir
  10. Ganhei um da minha esposa e ele nao incomoda ou machuca. Uso normalmente e no meu servico ninguem percebe algo diferente.

    ResponderExcluir
  11. is it possible to buy male chastity belt in Lisbon? If anyone know where, please contact me michalmag1@o2.pl

    ResponderExcluir

Seguidores